mar de prata

Março 27 2009

Dizem que cão que ladra não morde e este, pelos vistos, até deixou de ganir!

Coitado do canito!

Estou cheia da espera e quero ver os defuntos bem enterrados e esquecidos, porque este já consumiu demasiada cera...

Será que é hoje?

A coisa prometia, mas agora parece ter mudado de ideias e eu começo a ficar cheia disto!

Conversas da treta sem interesse e sem piada nenhuma! Conversas que me destabilizam! E ainda por cima senti-me obrigada a aceitar o que não concordo e agora fazem-me esperar, qual rainha de Inglaterra demasiado ocupada para atender aos seus súbditos...

publicado por mardeprata às 18:53

Março 27 2009

Não acham os dias de calmaria demasiado estranhos?

Eu acho! Porque até nesses dias conseguimos criar uma tempestade num copo de água!

Pequenas coisas que queremos fazer bem, mas depois alguém mete os pés pelas mãos e sentimos que o nosso esforço não serviu de nada!

É uma sensação de revolta e traição!

Por isso digo que até nos dias de calmaria há sempre vento!

publicado por mardeprata às 18:42

Março 19 2009

Uma noite que termina mal, um dia que se inicia de forma cinzenta, que avança apenas com base na concentração no trabalho...

Uma sombra que volta à tarde e que de um momento para o outro se dissipa e a nuvem desaparece...

Ao pôr-do-sol os seus raios aliviam o ambiente pesado e à noite o sol brilha!

Como é possível tamanha revolução de sentimentos? Tamanha inconstância seguida de um momento de iluminação? Um momento de paz e de confiança absoluta! Uma ligação tão forte e tão profunda só pode ter origem num amor verdadeiro - isto sim é um bom fim de dia! Até esqueço tudo o que me atormentou durante este dia (que pareceu durar mais de 24 horas) só por ouvir e perceber o quanto me amas...

Também te amo!

publicado por mardeprata às 23:08

Março 18 2009

Será que depois de uma traição voltamos a confiar plenamente em qualquer pessoa que entra na nossa vida?

Ou será que confiar-desconfiando é mais seguro?

Não tenho a resposta, antes pelo contrário, tenho muitas dúvidas... Dúvidas sobre mim, sobre ele, sobre outras...

A questão reside em saber se esta desconfiança é saudável ou se leva por algum caminho sinuoso que já fui obrigada a percorrer...

A confiança cega e absoluta acaba com os nossos radares e permite a entrada de intrusos... Sinceramente, comigo não resulta! Três é uma multidão!

A desconfiança sem limites é destrutiva! É impossível viver desconfiando de quem partilha a sua vida connosco!

Os meus radares estão bem activos e com provas dadas da sua fiabilidade, mas também tenho de manter a cabeça limpa e arejada para não entrar em fases auto-destrutivas!

Aprender vivendo é o lema de hoje!

publicado por mardeprata às 21:43

Março 18 2009

Não admira que a produtividade portuguesa ande pelas ruas da amargura...

Com um sol e um calor destes e eu fechada a trabalhar...

Não há vontade... Parece que as ideias custam a sair!

O que apetece mesmo é sair, bater perna, usufruir deste Verão antecipado!

Até me esqueço das preocupações sobre as quais não tenho controlo e que, por isso mesmo, é bem melhor que fiquem esquecidas!

 

 

publicado por mardeprata às 17:05

Março 17 2009

Há dias em que a espécie humana ainda me consegue surpreender... Outros em que nem por isso...

Hoje é um dos dias em que estou chocada! Há pessoas que vivem centradas no seu umbigo e acreditam piamente que tudo o que os outros fazem é em função delas... Como se o bem ou mal que lhes acontece fizesse parte de algum plano (celestial ou demoníaco consoante sirva, ou não, os seus interesses).

Muito se enganam e muitas vezes se irão desiludir!

O pior é que acabam por nos estragar o dia!

Tenho de me concentrar nos meus interesses e esquecer as energias negativas que emanam de algumas pessoas!

Viver um dia de cada vez é o lema! E vivê-lo bem!

publicado por mardeprata às 23:56

Março 16 2009

Escrever e ler!

Dois vícios, dois passatempos? Se calhar os dois!

Sempre me servi das palavras para tentar organizar os meus pensamentos e os meus sentimentos... Mas agora na hora em que decidi entrar na blogosfera (que nome mais esquisito) estava a ser mais difícil... Não me conseguia decidir pelo nome do meu blog...

Ao fim de algumas ideias afastadas de imediato, foi simples escolher "mar de prata"!

E porquê? Porque o mar simboliza as minhas origens, o meu recarregar de energias, as noites de tempestade e a prata como metáfora para o reflexo da lua cheia nas águas do mar em noites de calmaria!

Mar de prata nasceu hoje, brindemos!

publicado por mardeprata às 22:41

aliança entre o mar que me viu nascer e a lua de prata que ilumina o meu caminho
mais sobre mim
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


pesquisar
 
site meter
subscrever feeds
blogs SAPO